Mesa-redonda

Haverá duas Mesas-redondas na II Semana da Física UFRJ.

"Mulheres na Ciência"

"Física e Sociedade"

*Para mais informações sobre os participantes, basta clicar em seus nomes.



Mulheres na Ciência

As mulheres vem ganhando cada vez mais espaço em diversos setores da nossa sociedade, mas na física, assim como nas ciências exatas no geral, elas permanecem sendo uma minoria. Para debater sobre essa questão, teremos uma mesa-redonda no final do dia na quinta-feira.

Achamos que a visão de pessoas em diferentes momentos da vida acadêmica e que atuam de diferentes formas na física é enriquecedora para o debate e por isso convidamos:

Elika Takimoto
Professora de Física do CEFET-RJ
Elisa Saitovitch
Pesquisadora do CBPF
Larissa Inácio
Aluna do Bacharelado em Física na UFRJ
Victória Santos
Doutoranda da Coppe/UFRJ

Desejamos discutir o machismo na física e as dificuldades decorrentes do mesmo enfrentadas por mulheres ao longo (e até mesmo antes!) da vida acadêmica a partir da troca de experiências com as pessoas presentes, sobretudo mulheres.

Nosso intuito é conscientizar os presentes sobre os aspectos do problema e buscar possíveis soluções para o mesmo.



Física e Sociedade

"Por que estudar Física é útil?"
"O que um físico faz?"
"Qual a influência da Física no cotidiano?"
"Qual a influência da sociedade na Física feita nas universidades e nos centros de pesquisa?"

Estas e outras perguntas farão parte da mesa-redonda "Física e Sociedade", última atividade da II Semana da Física UFRJ. O debate contará com a participação de:

Bernardo Esteves
Repórter da Revista Piauí
Luiz Davidovich (IF/UFRJ)
Presidente da ABC
Luiz Pinguelli (COPPE/UFRJ)
Ex-Diretor da COPPE
Marta Feijó (IF/UFRJ)
Coordenadora da Pós-Graduação em Ensino de Física
Carolina Gigliotti
Mediadora

Sob a ótica trazida por cada um dos participantes, debateremos, dentre outros assuntos, a visão que a sociedade tem da profissão de físico e a divulgação da área para o público em geral. Além disso, abordaremos assuntos como a influência da sociedade no fomento das linhas de pesquisa em Física, a profissão e o papel do físico na sociedade e, não menos importante, como a educação e o ensino de Física são capazes de difundir e instigar o interesse das novas gerações pela ciência.

Cada membro do debate fará sua primeira intervenção na discussão argumentando, dentro de sua área de experiência, sobre um dos temas acima, discorrendo sobre a pauta de sua preferência ao longo de quinze minutos. Após o término da exposição inicial, será aberta a palavra para a plateia, que poderá participar com perguntas e depoimentos, que serão replicados, sempre, por um dos membros da mesa-redonda.